Depois de fazer uma reforma em casa é hora de dar fim aos entulhos e restos de madeira, cimento e móveis antigos. Muita gente ainda descarta em áreas impróprias, criando assim, pontos viciados de entulho.
Para evitar esse problema, a prefeitura da Serra criou o projeto João de Barro, uma área de descarte de entulhos e restos de obras e árvores. “O João de Barro é para o pequeno gerador, que fez uma reforma e precisa descartar o entulho. Quem faz grandes obras deve contratar transporte e encaminhar seus resíduos para o aterro municipal”, explica o secretário de Meio Ambiente do município, Marcos Machado.
Ele diz que saem dos cofres públicos R$7 milhões por ano para a limpeza destes pontos viciados de entulho. “Estamos combatendo ferozmente o descarte irregular de entulhos. É muito dinheiro gasto para uma coisa que pode ser evitada. Daria para construir dois postos de saúde ou quatro creches por ano. É um dinheiro que vai, literalmente, para o lixo”, comenta.
Marcos conta que a Secretaria de Meio Ambiente, junto com a Secretaria de Serviços, criou um plano de combate. “Usamos a educação, com fiscalização intensiva e limpeza dos pontos. E depois chamamos a comunidade para, juntos, transformarmos os pontos de lixo em áreas úteis, como jardins”, revela.
Marcos lembra que o descarte irregular traz vários problemas para a comunidade. “Tem a questão ambiental, já que polui e contamina o solo, a questão  de saúde, pois lixo atrai insetos que transmitem doenças, e a questão econômica, pois as casas próximas a um lixão valem menos, o bairro fica desvalorizado”, conclui.

Fonte da materia :G1
Construiu ou reformou a casa? Saiba o que fazer com os restos da obra

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tópicos recentes