O aplicativo de transporte individual Uber começa a funcionar em Natal às 14h desta sexta-feira (26). A oferta será apenas para a categoria X, que é a mais simples. Segundo o diretor de comunicação do aplicativo, Fábio Sabba, o tempo de espera para os passageiros deve ser em torno de cinco minutos em áreas mais centrais.
No Brasil, o Uber já opera em 18 cidades, sendo 11 capitais. Segundo os responsáveis pela plataforma virtual, em Natal a tarifa inicial de utilização será de R$ 2,50 (taxa inicial) mais R$ 1,20 por quilômetro rodado, mais R$ 0,17 por minuto de utilização do serviço. O preço mínimo de corrida e a taxa de cancelamento serão R$ 6.
Para usufruir do serviço, o usuário precisa baixar o aplicativo, se cadastrar na plataforma, inserir o e-mail e dados do cartão de crédito. O pagamento das viagens é feito apenas por cartão de crédito, não são aceitos dinheiro ou cartão de débito. Após a corrida, o passageiro recebe no próprio e-mail dados e o valor final da viagem.
De acordo com Fábio Sabba, a tecnologia da Uber permite agregar camadas de segurança antes, durante e depois de cada viagem já que é possível companhar o trajeto do veículo até a chegada no ponto inicial, permitindo que o usuário aguarde a chegada do carro em segurança. Além disso, o usuário tem acesso à foto, nome do motorista, modelo e placa do carro.
Ao longo do trajeto é possível compartilhar a sua localização e o tempo de chegada em tempo real com quem o usuário desejar, além do caminho sendo feito pelo motorista parceiro com qualquer pessoa por redes sociais ou mensagem. Caso o usuário tenha um Perfil Familiar, cada vez que uma pessoa cadastrada em seu perfil começa uma viagem, ele pode automaticamente acompanhar o percurso diretamente de seu celular.
Um ponto importante é o sistema de  “avaliação de mão dupla” após cada viagem. Além de ser anônima, é ela que garante que a plataforma mantenha-se saudável tanto para motoristas parceiros quanto para usuários. Os motoristas precisam ter média de 4,6 (em uma escala de 1 a 5 estrelas) para continuar na plataforma. O usuário também pode ser desconectado da plataforma se tiver uma média baixa de avaliações ou conduta que viole os termos de uso. Após cada viagem, os usuários recebem um recibo com os detalhes do preço e o mapa do trajeto realizado. Caso o passageiro precise reportar algum incidente, a Uber conta com uma equipe de suporte ao usuário que analisa caso a caso.
Para se cadastrar como motorista parceiro, é preciso ter carteira de motorista com licença para exercer atividade remunerada e passar por checagem de antecedentes criminais em todos os estados do Brasil. Os carros precisam ser cadastrados com a apresentação de Certidão de Registro e Licenciamento do Veículo e Bilhete de DPVAT do ano corrente.PolêmicaA chegada do aplicativo Uber causou polêmica em várias cidades do país. Em Natal, três projetos de lei tramitam na Câmara Municipal de Natal para regulamentar aplicativos que ofereçam serviço de transporte. Um deles, de autoria do prefeito Carlos Eduardo, prevê a proibição do funcionamento de aplicativos de smartphones para o transporte de pessoas de forma remunerada na capital potiguar. Nenhum dos projetos foi votado e está prevista para o próximo dia 30 uma audiência púlica para discutir o tema.
O presidente do Sindicato dos Condutores de Táxis do RN, Wdarlan Rodrigues, disse que a categoria é contra o funcionamento do Uber em Natal “porque é uma concorrência desleal”. Ele afirmou que a categoria não pretende fazer protesto, mas que está pressionando os vereadores para votarem os projetos que podem proibir o Uber na capital. “Nós vamos agir pelos meios legais. Vamos cobrar dos vereadores a votação dos projetos e cobrar dos órgãos responsáveis a apreensão desses carros”, disse Wdarlan.

Fonte da materia :G1
Uber anuncia início das operações do aplicativo em Natal

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tópicos recentes